Ambulance for Hearts

Dia 6: Bir Gandouz - Nouakchott (542 km)

A passagem do Saara Ocidental para a Mauritânia faz-se pela terra de ninguém, um campo minado que está apenas vestido de areia e pedra, sem caminho, nem direcções. Avista-se o edifício destino ao longe, mas até lá há um labirinto de escolhas.

As nossas instruções eram claras, seguir um carro e, se ele explodisse, escolher outro e repetir até chegar ao destino. Escolhemos um jipe. Ele sabia usar a tracção às quatro rodas. Nós ficámos aterrados.

A nossa sorte foi, mais uma vez, aparecerem imediatamente pessoas para nos ajudarem. Temos pedido a todos que nos ajudam para deixar uma assinatura no Jeep C. Quim. Não sei se vamos ter espaço para todos.

A cada passo que dou, sinto-me mais agradecido. Por tudo o que tive e estou a ter. Mas também frustrado por tanto grão de areia desperdiçado. Apesar de vermos deserto por mais de 1200 km, existem tantos desertos, como existem grãos de areia. Tudo parece um deserto quando se tem sede.

Hoje o calor apertou-nos com um carinho excessivo, tendo atingindo mais de 45°C.

O deserto tem o poder de nos fazer sentir a nossa real dimensão. Pequenos. Muito pequenos.

As estradas na Mauritânia têm sido muito mais duras do que as que sentimos até agora. A areia invade muito mais a estrada e alguns troços estão muitos esburacados. E, tal como na vida, os piores buracos, são aqueles com que não estamos a contar. Por isso, foi uma viagem com uma maior tensão.

As paragens de controlo policial têm sido imensas, mas todos os polícias têm sido incrivelmente simpáticos. Um destes polícias perguntou-nos se não tínhamos uma pasta dentífrica para ele. Foi com o coração quebrado que, com muito gosto, satisfizemos o único pedido que até agora nos fizeram.

Raramente percebemos a sorte que temos quando a estrada é calma. Ser-se agradecido nestas condições é um verdadeiro oásis. Por isso, peço-vos que hoje, cheguem junto de quem gostam, abracem-nos e digam-lhes o quanto são importantes para vós.

Muito obrigado a todos pelo vosso apoio. Um grande abraço. Têm sido muito importantes para nós 🚑💕💕

PS: Amanhã, rumo ao Senegal.